Placas solares: como funcionam, vantagens e preços

Posted on

Vamos falar sobre energia solar, ela pode aquecer seu banho, e gerar a sua energia elétrica (reduzindo significativamente sua conta de luz, ótimo para os dias atuais, né?). São dois sistemas diferentes, mas ambos utilizam as placas solares.

Vou tentar colocar da forma mais simples possível o funcionamento dos sistemas, as vantagens e os preços.

 

1 – Aquecimento de água pela energia solar

Um sistema básico de aquecimento de água por energia solar é composto de coletores solares (placas) e reservatório térmico (boiler). As placas coletoras são responsáveis pela absorção da radiação solar e o calor captado é transferido para a água que circula no interior de suas tubulações. O reservatório térmico, o boiler, é um recipiente para armazenamento da água aquecida. São cilindros de cobre, inox ou polipropileno, isolados termicamente com poliuretano expandido sem CFC, que não agride a camada de ozônio. Desta forma, a água é conservada aquecida para consumo posterior.

Mas, e se não tiver sol por muitos dias? Fique tranquilo, todo aquecedor solar traz um sistema auxiliar de aquecimento, então, quando o tempo fica muito nublado ou chuvoso por vários dias ou quando a casa recebe visitas e o número de banhos fica acima do dimensionamento inicial, o sistema auxiliar – que pode ser elétrico ou a gás – entra em ação.

Os valores dependem do pré-dimensionamento, que sempre devem ser feitos por profissionais, mas também variam das condições de instalação do local.
Podem ser encontrados por: R$1.699 (200l) + R$400 a R$500 a instalação – na Mundosol

Vantagens:

De acordo com um levantamento da DASOL, cada 1 m² de coletor instalado permite os seguintes benefícios para o meio ambiente:

  • Economia de 66 litros de diesel por ano;
  • Economia de 55 kg de gás de cozinha por ano;
  • Evita o uso de usinas termo elétricas e de energia nuclear;
  • Economia de 73 litros de gasolina por ano;
  • Elimina a queima de 220 kg de lenha por ano;
  • A economia nos gastos com a conta de luz pode chegar a 70%;
  • Além da valorização do imóvel.

placas-solares

Conjunto de aquecedor residencial tradicional

2 – Geração de energia elétrica pela energia solar

Esse sistema é feito através de placas solares fotovoltaicas, os componentes de seu kit funcionam de forma a realizar a captação da energia solar, e sua conversão em eletricidade. A energia produzida pode ser então utilizada no abastecimento da rede elétrica em larga escala, como acontece em usinas solares e também pode ser gerada em escalas residenciais. Basicamente esse sistema é dividido em: painéis solares,  inversores e baterias.

Os painéis utilizados nesta transformação são feitos com duas camadas, uma de silício com fósforo e outra de silício com boro e a interação dessas duas camadas durante a recepção da energia luminosa é que gera a corrente elétrica. O painel solar fotovoltaico produz energia elétrica em corrente contínua, por isso é necessário o inversor, que transforma a corrente contínua em corrente alternada e equaliza com a rede elétrica, desta forma a energia gerada pelo painel solar fica igual a energia consumida na rede elétrica e assim podemos utilizá-la para nosso consumo próprio.

“Por ser uma tecnologia em estágio inicial de utilização no Brasil, porém já difundida em países mais desenvolvidos a procura é pequena, mas cresce a cada mês. Desde o início da empresa, em fevereiro de 2015, foram no total  4 sistemas instalados e alguns fornecimentos somente de placas, sem a instalação” conta Ricardo Rizzotto, diretor executivo da EOS Solar, empresa de Marau – RS, que atua em todo o Estado e também em Santa Catarina. “Atualmente estamos finalizando uma da maiores obras no estado neste tipo de sistema, são 160 painéis e uma economia aproximada de R$ 48.000,00 anuais em energia elétrica“, complementa.

Vantagens: 
  • Podemos reduzir 100% do nosso consumo, apenas sendo obrigados a pagar a taxa mínima da concessionária por estarmos conectados a rede deles;
  • Maior estabilidade na rede elétrica devido a uma geração de energia descentralizada;
  • Colaboração com o meio ambiente, a cada 100 painéis são responsáveis por evitar cerca de 20Ton de CO2 emitidos anualmente;
  • Possibilidade de colocar baterias e assim, caso falte luz, sua casa ficar energizada por dias;
  • Valorização do imóvel;
  • Redução de perdas de energia nas transmissões de longa distância, contribuindo com a redução de valor;

Mais alguns dados que comprovam o retorno do investimento. São dados reais de projetos já executados pela EOS, e que estão no site. Dá uma olhada na economia anual:

  • Com 7 painéis instalados
    Economia anual: R$2.088,00  –  CO2 evitado: 1,36 ton  –  Árvores equivalentes: 36/ano
  • Com 8 painéis instalados
    Economia anual: R$2.250,00  –  CO2 evitado: 1,58 ton  –  Árvores equivalentes: 42/ano
  • Com 16 painéis instalados
    Economia anual: R$4.522,00  –  CO2 evitado: 3,26 ton  –   Árvores equivalentes: 87/ano

O preço desse sistema de placas solares se baseia através de uma análise da fatura de energia elétrica para se extrair a média de consumo energético, mas, para uma casa com consumo de 300kwh mês, teria um investimento aproximado de R$ 22.000,00. – na EOS SolarValor aproximado, para um valor exato você deve fazer um orçamento detalhado.

placas-solaresConjunto de sistema fotovoltaico instalado – EOS Solar

E então, vale a pena, né? é um retorno certo e os dados comprovam, não só para seu bolso, mas para o meio-ambiente.

Vamos sonhar que em um futuro próximo ao olhar pra janela os telhados estejam como na foto abaixo? A foto é em uma cidade a 80km de Tóquio, Ota, e pasmem, em 2008!

placas-solares

Veja na galeria algumas formas de aplicação das placas solares, desde estacionamentos, fachadas, bicicletas, trem, árvores e até óculos.