Piso sobre piso: 4 formas de trocar sem quebra-quebra

Quer trocar o piso de algum cômodo mas evitar aquele quebra-quebra? Hoje vamos falar sobre os pisos que podem ser aplicados sobre outros pisos, são eles: porcelanato slim, piso vinílico, piso laminado e porcelanato líquido.

A aplicação de um novo revestimento sobre um piso já existente evita sujeira, entulhos e é muito mais rápido, no entanto deve-se tomar cuidado na escolha dos materiais para que o resultado final seja satisfatório. É sempre importante verificar eventuais necessidades de cortes nas portas e ajustes com os pisos dos cômodos ao lado, tudo depende da situação de cada local que será aplicado.

 

1 – Porcelanato Slim

É especialmente desenvolvido para ser aplicado sobre outros pisos, já que possui uma espessura menor que o porcelanato comum. Enquanto os porcelanatos tradicionais medem cerca de 10 mm de espessura, os porcelanatos slim apresentam espessura média de 3,5 a 8mm, são mais fáceis de cortar ou perfurar e reduzem a sobrecarga na edificação.

Para este porcelanato usa-se uma argamassa específica para este fim. Apesar de serem mais leves e da pouca espessura, o material possui alta resistência, sendo que alguns (específicos) podem ser aplicados até em garagens.

Pode ser assentado sobre pisos e paredes com cerâmica, porcelanato, granito, mármore, ardósia e granilite.

piso sobre piso aplicação (4)

 

2 – Piso Vinílico

É comercializado em formato de tapetes, mantas ou placas, podendo ser colados ou clicados. Evite aplicar sobre cimento queimado ou madeira. Deve-se prestar muita atenção ao nivelamento da base, pois se houver imperfeições na superfície as mesmas ficarão visíveis.
Pode ser aplicado sobre superfícies de cimento desempenado, lajes de concreto, mármores, granitos polidos, cerâmicas, porcelanatos e placas cimentícias.
 
piso sobre piso aplicação (2)

 

3 – Piso Laminado

É um piso constituído de lâminas de madeiras em larguras e comprimentos variados, as lâminas costumam ter espessura média de 7mm.
Evite aplica-lo sobre carpetes têxteis, e também, deve-se prestar muita atenção ao nivelamento da base para evitar imperfeições no resultado final.

Pode ser instalado sobre pisos de madeira, azulejo, cerâmica ou porcelanatos.

piso sobre piso aplicação (3)

 

4 – Porcelanato Líquido

Suas duas principais características são o altíssimo grau de brilho e a ausência de emendas: seu acabamento é perfeitamente liso.

Existem dois tipos de resinas que dão o efeito de porcelanato líquido: a resina epóxi e a resina de poliuretano. Para aplicação da resina epóxi (piso autonivelante) o material é jogado sobre a superfície e espalhado com uma espécie de rodo. Já o piso de resina poliuretano é aplicado com rolo, como uma pintura, e requer o pré nivelamento da superfície com o fechamento dos rejuntes.

Pode ser aplicado sobre pisos existentes de cerâmica ou de pedra e ser usado em áreas internas ou externas, inclusive áreas molhadas.
Não é indicada a aplicação sobre pisos laminados ou de madeira.

piso sobre piso aplicação (1)

Gostou da ideia de reformar de um jeito mais limpo e rápido? Se ainda ficou com dúvidas, fale com a gente.

Comente!